Melhor Sex Shop virtual!

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

Final de Semana com Fabiana (Sexta) - Parte 1


O sinal da escola tocou, e eu corri para a sala de Fabiana. Ela estava toda toda, e louca para dar. Não haveria ninguém em casa esse final de semana, e eu menti dizendo que teria muito trabalho de biologia para fazer, portanto, tinha que ficar em casa. Minha mãe deixou comida congelada para eu esquentar na sexta de tarde e noite, sábado e dinheiro para eu comer qualquer coisa no domingo. Cozinhar nunca foi problema para mim, e isso era o de menos. Os planos começaram comigo ali pegando na mão de Fabiana.


Ela também havia mentido para seus pais, disse que ia passar na casa da Amanda (uma amiga qualquer) para fazer esse diabo de trabalho de Biologia. Ia voltar para a casa sabado de noite para pegar mais roupas e voltar para a casa dela no domingo de tarde. Acontece que nós iamos ficar juntos em casa durante esse tempo todo, íamos foder legal, e de todas as posições possíveis - Esse era o plano.
Ficávamos conversando bobeira todo o tempo, eu ia come-la de quatro primeiro, iamos fazer 69 e eu disse que a comeria em todos os cômodos da minha casa. Ela ficava excitada fácil. Eu colocava a minha mão por debaixo da sua calcinha e já sentia ela escorrendo litros. E aquele rabo delicioso, causava inveja.

Ela só não podia ser vista entrando em casa, portando, dei a chave de casa para ela e fui embora. Cheguei em casa, pulei o muro e confirmei que já não havia ninguém em casa. Preparei estrategicamente as camisinhas no criado mudo do quarto da minha mãe, é claro que foderia Fabiana na cama de casal durante todo esse tempo. Também coloquei camisinha no banheiro - porque planejava fode-la no banho. E também na sala, pra comer ela no sofá.
Ouvi o barulho do portão, era ela. Corri para agarra-la. Tranquei o portão e pronto, agora era somente eu e Fabiana, na minha casa vazia.

Fomos direto para a cama de minha mãe, nos despimos com tanta velocidade que nem cheguei a ver a cor da calcinha dela, em dois minutos ela já estava de pernas abertas para eu poder entrar. Com o meu cacete duro, a cabeça estalando querendo come-la, eu subi em cima e meti feito um cavalo. Gozei rápido, depois de cinto minutos. Ficamos nos beijando por um bom tempo, tínhamos ainda muito tempo para outras fodas mais demoradas, não tinha o porque nos preocuparmos.
Trocamos caricias e então era hora de começar a fazer direito. Passou-se uns dez minutos e eu parti para o trabalho direito.

Mergulhei a cabeça entre aquelas pernas grossas de Fabiana e cai de boca em sua boceta. Lambi ela toda, cada pedacinho daqueles lábios carnudos, que cheirava a boceta. Cheiro forte que me deixou excitado rapidinho. Passava a lingua de cima para baixo e sugava o clitóris. Ela delirava, gemia alto e agarrava o lençol da cama com força. Depois, agarrou o meu cabeço e segurava a minha fase contra a sua boceta. Chupei, suguei o seu clitóris e ela berrou de prazer.


Me levantei e mandei que ela ficasse de quatro. Fiquei em pé foda cama, admirando a sua imensa bunda. Podia admirar a bunda de Fabiana o dia inteiro. Mergulhei o meu cacete dentro de sua boceta e ela continuou a gemer feito louca. Adorava o desespero dela em segurar o lençol da cama. Metia loucamente nela, e meu pau, diante daquela bunda gostosa parecia pequeno demais. Tentava compensar sendo mais rápido na foda e mais impactante. A cabeça do meu pau atingia o limite da boceta de Fabiana, e ela gritava de prazer. Fazia caretas excitantes, olhava para mim com cara de safada.

Quando estava prestes a gozar, ela começou a implorar para eu meter mais rápido e mais forte. Fiz o máximo que pude. Me esforcei em ser o mais rápido possível - Ela parou de gemer e só tremeu com orgasmos incríveis. Gozou em cima do meu cacete. Eu fiz questão de tirar a camisinha e gozar em toda a bunda dela.

Consegui cansar a garota mais gostosa da escola. Nos vestimos e fomos para a cozinha comer algo. Preparei o almoço para nós dois. Depois, fomos para a sala. Claro que já estava tudo no esquema. Havia alugado um filme pornô de lésbicas, me lembro que ela nunca havia visto e tinha curiosidade em assistir. Coloquei o VHS e começamos a ver sentados no sofá.

video
O vídeo era bem semelhante a esse. 

Ela começou a ficar excitada. Perguntei se ela não achava estranho ver duas mulheres se pegando, mas ela só demonstrava estar excitada. Como estávamos a sós, a deixei bem a vontade, falei que ela poderia ficar apenas de calcinha e sutiã, mas ela só ficou depois que eu fiquei apenas de cueca. Ficamos agarrados no sofá da sala apenas assistindo ao filme pornô lésbico. Meu pau roçando a sua coxa, e a menina louca de excitação com o filme e com os gemidos.

A sexta feira parecia nunca acabar. Ainda era 17:00, e decidimos fazer o famoso 69 que Fabiana tinha tanta curiosidade. Subiu em cima de mim e foi logo abrindo as pernas diante da minha cara. Fabiana era sempre muito carinhosa com o meu pau. Tirou a minha cueca com delicadeza, meu cacete duro apontou para a cara dela, e ela foi lambendo-o de baixo para cima com muita graça.


Quando o colocou dentro de sua boca, eu já estava lambendo toda a sua boceta molhada. Enfiava a minha língua lá dentro e ela adorava, sentia o seu corpo todo se arrepiar. Agarrei a sua bunda e abri bem. Sentia o cheiro de sexo findo de sua boceta. Meu pau estava todo molhado, e ela babava bastante enquanto me chupava. Eu queria gozar na boca dela só de sacanagem. Comecei a dar umas metidas em sua boca, e ela engasgava, mas não reclamava. Muito pelo contrário, elogiava e dizia que aquilo ali estava muito gostoso.


Passava a língua em seu clitóris e ela enlouquecia, as vezes até parava de me chupar só para olhar para mim e gemer alto. Balançava a bunda e esfregava a buceta no meu nariz. Eu só conseguia ficar ainda mais excitado com tudo aquilo. Apertava sua bunda contra a minha cara, sugava cada libido da sua boceta como se fosse sugo. Gozei dentro de sua boca e ela engoliu tudo, como se fosse doce de leite.

Mas ela queria mais. Meu cacete continuou duro e ela me chupou novamente, dessa vez de joelhos no chão. Olhando para mim feito uma insana. Depois que gozei pela segunda vez em sua boca, ela se deitou ali comigo no sofá e dormimos.

Acordamos tarde da noite e morrendo de fome. Preparei o jantar e comemos ali na sala mesmo, vendo novela das 21:00. Nem nos vestimos, continuamos de roupas intimas. Nem acendi as luzes de casa, permanecemos apenas com a luz da televisão. Após o jantar, decidimos ficarmos ali na sala mesmo para vermos o filme que passaria depois. Mas, beijos vai, beijos vem, alguns abraços e outros amassos, ela estava no meu colo encaixando a minha piroca dentro de sua boceta larga.

Segurei a sua cabeça para baixo e meti com força em Fabiana. Sua boceta jorrava gozo e ela gemia ainda mais. Parecia reagir um pouco com a dor, então eu continuei segurando a sua cabeça para baixo, e ela enlouquecendo. Agarrei seus seios e ela gritava de prazer.



Comecei a ficar com medo do que os vizinhos pensaria, mas sinceramente queria que se foda. A coloquei deitada no sofá e comecei a come-la feito um animal. Meu pau doía de tão apertada que ela estava com as pernas fechadas, mas eu não queria desaponta-la, e enquanto ela estivesse gemendo daquele jeito, eu meteria mais e mais e mais.





Gozei e ambos ficamos exaustos. Fomos para  cama e acabamos dormindo, deixando a televisão da sala ligada.

Sábado de manhã, sonhei que estava comendo Fabiana na cama do meu quarto, mas quando acordei, a vi me masturbando. Meu pau estava duro em sua mão, e ela lambendo os lábios querendo tomar a minha porra. 
_Meu café da manhã já vai sair?
Continuou me masturbando até eu gozar. Ela tomou toda a minha porra. 

E o sábado só estava começando. 

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

Sexo no BBB

Não se fala em outra coisa, na TV só se encontra BBB aqui, BBB ali, e me lembrei de uma coisinha que foi um bafafá na época e logo passou. Alguém aí se lembra da foda no BBB12?
Eu não assisto o Big Brother Brasil, mas me lembro bem do Yuri e Laisa mandando ver debaixo do edredom. Fica aí uma foda que deixou com invejinha na época.