Melhor Sex Shop virtual!

terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

Relembrando momentos muito quentes com Emily

Em uma conversa que tive por email, me pediram para que eu contasse mais sobre a minha vida sexual com a Emily, a minha ex namorada mais fogosa, que adorava sexo anal.

Eu já falei aqui no blog bastante sobre ela. Eu e ela morávamos aqui mesmo em São Paulo, e, foi numa época bastante difícil em situação financeira para nós dois. Eu e ela investimos todo nosso dinheiro em um apartamento, porque eramos simplesmente loucos por sexo (ainda somos).

Eu e ela nos víamos, quando eramos namorados, e acabávamos fazendo sexo a todo momento. Como ela morava com os pais ainda, fazíamos no quarto dela, porém, nem sempre dava certo. E eu sempre morei com meu irmão, então, em casa também não funcionava ficarmos fodendo no quarto. Íamos para o carro, na garagem do meu prédio, mas, ainda mais complicado. Fodiamos tanto no carro que o pessoal do prédio começou a suspeitar. Íamos sempre para alguns lugares escuros e distantes com o carro para foder, mas começou a ficar perigoso. Começamos a ir em motéis, motéis baratos só pra podermos fazer sexo sem gastar muito, então pensamos em morar juntos de uma vez e fodermos geral.

Depois de irmos para o nosso ninho de amor, não tínhamos grana nenhuma, portanto, investimos em um site pornográfico. Videos e fotos dela custavam 8 reais. 15 reais era o acesso ao site por um mês. E começamos a nos virar com o site. Chegávamos a ter 80 mil visitas na semana, e em um mes já tinhamos 45 assinaturas. 

Cheguei a contar aqui sobre alguns relatos de quando ela levou amigas para o nosso apartamento, para tirarmos fotos lésbicas para vender no site, e elas acabaram fodendo comigo. Comi a Emily e suas amigas na nossa cama (Meu primeiro relato sobre a Emily aqui no blog, segue o link)

Mas nem sempre foi assim. Apesar do nosso namoro ter durado pouco mais de 8 meses, foi com certeza a época que eu mais fodi alguém na vida.

Me lembro que, todo dia de manha, eu ia correr pelo quarteirão. via as gostosas correndo de legging, e quando chegava em casa eu descontava uma bela foda na Emily. Quase sempre fodiamos no café da manhã, como também já contei aqui no blog (Sexo no café da manhã, segue o link).

Quando estávamos no quarto mês de namoro, já estávamos lucrando muito com o site. Decidimos gravar um filme porno para colocar no site e cobrar um absurdo por ele (Se bem me lembro íamos cobrar 50 reais pela liberação do vídeo), e então fizemos um belo vídeo de 45 minutos. Primeiro posicionei a camera, ela colocou a mascara de felina, que sempre usava e eu coloquei a touca ninja. Ficamos diante da camera e ela ficou de pernas abertas, se exibindo para o video.

Logo em seguida, eu aparecia no video, com o pau para fora, apontando para ela, ao lado da cara dela. Eu tomava as rédeas da buceta dela, ia masturbando-a com vontade, com a mão toda, e ela, agarrava o meu pau e ia me chupando, com o rosto de lado. Ela foi ficando tão excitada que ia gemendo alto, e o meu pau só ficando cada vez mais excitado com aqueles gemidos, que logo se tornaram gritinhos de prazer vindos dela. Logo em seguida, ela já estava me chupando. A concentração do video ficava apenas no rosto dela, e no meu pau, sendo engolido por ela. Ela de joelhos na cama abocanhando todo o meu cacete, já molhado. E a goza, e a sua baba, ia descendo pela sua boca, escorrendo pelo seu pescoço. 

Eu tirei a sua roupa, e ela deitou-se novamente na cama. Eu tirei a minha roupa e me deitei. Logo em seguida, ela viu subindo em mim, com a buceta virada para a câmera, e começou a rebolar em cima do meu cacete duro. Metíamos sempre sem camisinha.
Ao longo que ela ia rebolando em cima do meu pau, ela ia falando algumas bobagens, que ia me excitando ainda mais. 

"Você quer me foder né? Quer enfiar esse cacete inteiro dentro de mim quer?" 
E não parava de rebolar em cima de mim. Eu estava louco, comecei a gemer alto também. Olhei para ela, e ela com os olhos revirando de prazer.
A puxei para o lado, e comecei a come-la de ladinho. Metendo bem rápida daquela bucetona, que agora já estava larga, inchada e bastante escorregadia. Ela ia gemendo, revirando os olhos e falando mais bobagens, tais como: "Vai mais fundo, vai mais fundo, caralho!". A presença de palavrões nos nossos videos eram bastante comuns, e creio eu que nossos assinantes gostavam disso. Subi em cima dela, puxei uma perna dela para cima do meu ombro e comecei a bombar em sua xana. Ia metendo, com a cabeça baixa na cama, e ela só aos berros, gritando ainda mais de prazer. As vezes não conseguia nem falar palavrões, só esboçava o "VAI CARALHO VAI CARALHO". E o meu cacete só indo cada vez mais fundo naquela xoxota.

Senti que ia gozar e fui diminuindo o ritmo. Quando ela percebeu, ela agarrou as minhas costas, me arranhando, e pediu para eu continuar. Continuei estocando fundo na buceta dela, e prestes a gozar, eu saltei para fora de sua buceta e esporrei em cima dela. 

O vídeo não acabou por aí. Desci para chupar a buceta dela. Ela pegou a câmera e ficou filmando a minha chupada na sua buceta de pertinho. 

Apanhei a câmera de sua mão e fui logo filmando a gostosa de corpo todo deitada na cama. Apanhei meu pau com a outra mão e fui logo direcionando ele para sua gorda buceta. Comecei a bombar, e ela a morder seus lábios em meio a gemidos gostosos. Seus seios não eram grandes, mas podia ser visto no vídeo o como eles balançavam com o meu vai e vem delicioso, e eu deixei a câmera bem pertinho do meu cacete entrando e saindo de sua buceta molhada, inchada e vermelhinha de tesão.
No vídeo, só se ouvi o som dos gemidos da gostosa, os meus suspiros de prazer, e o som do meu cacete entrando e saindo de sua buceta "flup, flup, flup"

Foi então quando ela se levantou e voltou a chupar o meu cacete. Olhou para mim com olhinhos de quem quer algo "mais". Já citei aqui no blog sobre o desejo maniaco que a Emily tinha com sexo anal. Desde a nossa primeira vez experimentando "o buraco alternativo", ela nunca mais quis saber de foder sem dar o cuzinho, e este era o momento. 

Ficou de quatro e foi logo abrindo a bunda para eu poder entrar. Ainda fiquei com a câmera na mão, enquanto fui penetrando bem devagarzinho naquele cuzinho gostoso de Emily. Fui enfiando meu cacete até o fundo de seu cuzinho, e logo ja foi ficando melado, com a goza espalhada pelo meu pau. Ela foi gemendo com a primeira penetrada, começou a gemer mais alto com a segunda, terceira, quarta, e na minha quinta entrada com o pau todo em seu cuzinho, ela começou a delirar novamente, com mais palavrões e provocações "ENTERRA TUDO ESSE CACETE VAI!". 


Continuei metendo fundo naquele cuzinho e ela com a cara enterrada na cama não parava de gritar. Mudei de posição, sem tirar o meu pau do cu dela, eu me deitei ao lado e coloquei ela em cima de mim, ela posicionou a camera no tripê mais uma vez, e abriu bem as pernas. A camera pegou toda a nossa foda de frente, meu cacete entrando e saindo do seu cuzinho molhado, e ela delirando, em cima de mim. Os seios balançando para cima e para baixo, acompanhando o meu cacete entrando e saindo. 


As pontadas gostosas da porra vindo para a cabeça do meu pau já surgiam, e Emily não parava de gritar, berrar de prazer e rebolar em cima do meu cacete enterrado no seu cu. Ela ejaculou a porra toda na minha perna e nas minhas bolas, tremeu as pernas arrebentada e então foi momento de bombar mais forte e gozar dentro do seu cu! A porra toda escorrendo pelas bordas daquele buraco de luxuria delicioso!


Mergulhei a cara na sua bunda para chupar a minha porra de seu cu.
Emily estava destruida.

Me levantei, desliguei a camera.

domingo, 9 de fevereiro de 2014

Delicia! (Delírios de Edgar)

Relembrando dado momento em que poste alguns gifs aqui no blog, e um certo leitor, fiel ao blog, querido, ao meu ver, por ter conseguido depois de tanto tempo encontrar a origem do gif, trazendo para cá, nos comentários o link do vídeo Delicioso.

segue o link do post anterior. 

Sem mais.




Vindo diretametne do xHamster, um dos melhores amadores já feitos até hoje!