Melhor Sex Shop virtual!

segunda-feira, 12 de agosto de 2013

Histórias da Fernanda #1: Fodendo com negão

Leitores e leitoras do CENAS MUITO QUENTES! 

Hoje, a primeira postagem da série "Histórias da Fernanda". Estes são os relatos dela, sobre outras fodas, fodas que ela tem no dia a dia dela, e com os outros amigos dela. Espero que gostem, pois estes relatos dela me deixam louco de tesão:

---


Eu e Fernanda estávamos deitados na cama, já era umas 2 horas da manhã e estávamos sem sono. Ela estava louca para foder e eu já havia gozado três vezes. Já tinha quatro camisinhas usadas ao lado da cama e eu ainda com o pau duro. Com a carinha de safada, ela começou a me chupar, enquanto eu mudava de canal na TV e procurava algo de interessante passando. 



Gozei na boca dela, e ela tomou tudinho, veio para o meu lado e me deu um beijo demorado. O gosto de porra em sua boca me excitou. Meu pau ficou ereto de novo, e então ela começou:
_Edgar, sabia que eu já tive um namorado assim, igual você? Que goza muito e nunca deixa o pau amolecer?
_Oras Fernanda, eu deixo o meu pau amolecer, é tu que ta mantendo ele em pé.
Ela riu, e corou.


_É serio, eu fodia com um negão quando eu tinha meus 15 anos:
"Eu ainda estava na escola, e o negão tinha seus 24 anos. Ia me buscar na escola de moto todos os dias. E todos os dias depois da aula eu chupava ele. Chupava como se não houvesse o amanha, porque eu tinha muito medo de ser pega, e nunca mais poder ver ele.
Edgar, ele tinha um pau enorme. E ele judiava muito de mim, todos os dias. 

Ele me levava para a casa dele, ele morava com a avó, e ela vivia dormindo no quarto dela. Nós íamos para o quarto dele e então ele já arriava as calças e eu ia chupando-o. 

As vezes eu ficava só de sutiã e calça, as vezes eu tirava o sutiã e ficava de calcinha, mas nunca metíamos. Eu o chupada todos os dias, e ele esfregava o pau dele na minha boca inteira. Esticava minha boca. Ficava estocando na minha bochecha, me fazendo rir.

Até que certo dia estávamos tão quentes que acabamos fazendo amor. Eu já tinha perdido a virgindade antes, mas, meter com o pau dele era osso duro. O cacete era enorme.



Ele pediu pra eu ficar de quatro, e fui me chupando a buceta. Na época fechadinha. Ele ia chupando minha buceta e eu ia me masturbando, estava ficando louca. Ele abria minha buceta com a língua, e eu comecei a gemer alto. Mais alto do que nos outros dias. 




Quando eu já estava molhada, ele se levantou, colocou uma camisinha enorme no pau preto, e começou a me penetrar. Foi tão duro, foi tão intenso, que senti dores por todo meu quadril. Ela tão duro e ele ia com tanta vontade pra cima da minha buceta que eu estiquei minha mão pra trás e comecei a segurar o pau dele. Mas mesmo assim, o pau dele era enorme, e eu mal conseguia fechar os dedos naquele pinto. 

Ele era um monstro.


Ele começou a gemer também, eu olhei pra ele, e ele tava lá, babando, louco de tesão por mim. Comecei a sentir medo e vergonha, mas aquela pica entrando e saindo da minha bucetinha estava, além de me deixar louca de tesão, quase me matando. Nunca havia entrado nada daquele tamanho na minha buceta. 
Eu já tinha tentado colocar uma embalagem de talco na minha buceta alguns meses antes enquanto eu estava me masturbando, mas aquilo era mais. 


Ele se deitou do meu lado e mandou eu ficar em cima. Quando eu subi, ele já foi colocando o pau todo na minha buceta, me rasgando. Eu me segurei na parede do quarto dele, e ele começou a bombar minha buceta. Me machucando. Mas estava bom. Eu me abaixei pra gente se beijar, e ele continuava metendo. A minha buceta ia explodir. Ela é elastica, mas o pau dele parecia inchar. Era muito grosso. A cabeça era enorme. 



Chegou uma hora que não aguentei. 


Ele nunca gozava, e seu pau era muito teso, parecia madeira. Eu desci de cima dele e disfarçando que estava tudo bem, comecei a chupa-lo. Eu queria faze-lo gozar, mas nao conseguia. Ele só segurou a minha cabeça e começou a meter na minha boca. 

Ele metia tão forte na minha boca que comecei a ficar sem ar, sem folego nenhum, e com lagrimas nos olhos. E por incrivel que pareça, ele tambem estava com lagrimas nos olhos, notei que ele estava tão excitado, que tava saindo fora de si. Mandou eu me levantar, e me deitar de pernas abertas.


Eu abri as pernas com medo. Ele segurava aquela tora enorme com as duas mãos, e masturbava o pau como se fosse uma espada. Se aproximou e eu gelei. Minha pele se arrepiou toda. E eu senti aquele pau enorme, primeiro, um monstro de cabeça, e depois seu corpo. Me arrombando, me destruindo. Eu gemia, e ele babava, ele gostava e tremia quando me penetrava. Começou a bombar, e a minha buceta foi se acostumando, aquilo estava viciante, e eu estava adorando. A dorzinha ja tinha passado, e a cada estocada ele ia mais fundo, eu conseguia sentir o pau dele batendo no fim da minha buceta. Eu comecei a delirar, fiquei de olhos fechados recebendo aquele pau enorme e fiquei toda moida, nao sentia mais minhas pernas abertas, e o formigamento no meu quadril foi chegando na minha buceta. Eu nao aguentava mais as estocadas, minha buceta nunca tinha se cansado tanto. Acabei gozando e gemendo ainda mais. Minha buceta se contraiu tanto que esmagou o pau dele, e ele gritou: 

"AAAAAAAH, VO GOZAR RUIVINHA!"

Tirou o pau de dentro de mim e puxou a camisinha. Jogou a camisinha longe, e começou a bater uma punheta com as duas mãos, até gozar todo em cima de mim."

_Gostou da historia Edgar? - Ela perguntou debaixo da coberta, segurando meu pinto. 
_Uau Fernanda, adorei, estou com o pau duro, pode me chupar de novo? 




---
Leitores, espero que tenham gostado. E se tiveram tempo para ler, por favor, comentem! Não custa nada.


8 comentários:

  1. Respostas
    1. Obrigado pela visita e comentário mocinha.

      Beijocas!

      Excluir
  2. Excelentes GIF's

    http://o-rabo.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Ai se eu pego esse negao

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahhaa, fiquei excitado com esse comentário. Eita, como eu queria ser esse nego pra você pegar!

      Excluir
  4. Delícia de história, sou mulata, bem gostosa, mas nunca fiquei com um negao, sou casada com um italiano mas morro de vontade de provar essa fruta , fiquei toda molhada ...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, eu não vou aconselhar que tu traia o teu marido Italiano, mas aconselho que tu compre (com o próprio consentimento de seu marido) um consolo preto do tamanho real de uma pica negra. Acredito que tu nao vá se arrepender. A não ser que acabe conhecendo algum negão e tenha em mente trair o teu marido, neste caso, tenho certeza que não vai levar um desejo reprimido pro tumulo!

      Excluir