Melhor Sex Shop virtual!

terça-feira, 12 de fevereiro de 2013

Marylin e Monica, swing em Ubatuba (Parte 2)



Olá meus leitores e deliciosas leitoras do blog que tenta ser o mais quente da região, tudo beleza? Hoje vou continuar aquele conto que comecei sobre Swing em Ubatuba, lembram-se? Aqui esta a PARTE 1 do conto, é aquele em que levei uma prostituta e disse que era minha namorada, só pra oferece-la pro meu amigo Caue e em troca poder comer a sua namorada, enfim, foi basicamente assim que tudo começou!
Boa leitura.



Depois de gozados, eu e Caue resolvemos dar uma pausa, mas como o combinado, não iriamos sair do quarto. Marylin olhou para Monica, e ambas foram para a mesma cama. Começaram a se beijar, só para deixar nós dois excitados. Nós não acreditávamos no que estava acontecendo, as duas fogosas, gozadas na cara e na boca, estavam se beijando, se esfregando. Começaram a passar os bicos de seus seios no corpo uma da outra, encontraram os bicos e começaram a brincar com ambos, roçando uns nos outros.


Meu pau já estava subindo, mas Caue me disse para acalmarmos, o show delas iria continuar. Joguei uma toalha em cima do meu pau para elas não perceberem que eu estava excitado, Caue fez o mesmo.
Monica abriu as pernas, Marylin as abriu logo em seguida e ambas continuaram com seus corpos grudadinhos, deram mais um beijo de língua cheio de saliva e caliencia, e então partiram para encontrar uma buceta na outra.

Uma enfiou a perna por baixo e a outra por cima, e encontraram seus grelos, onde começaram a se esfregar, sem maior pudor. Ambas olhavam para nós, sentados na outra cama, elas se esfregando, gemendo, molhadas.

Nem mesmo elas aguentavam o calor, aguentavam as contrações de ter uma xota roçando na outra. Monica parecia estar muito mais descontrolada, acabou gozando em cima da xota de Marylin, que riu e adorou o sensação. Marylin caiu de boca na xana deliciosa, molhada e quente de Monica, que segurou sua cabeça contra seu sexo e começou a gemer, revirar os olhos e a gritar de prazer.

Nossos paus estavam estalando de duros, não iriamos aguentar muito mais tempo. Resolvemos entrar na brincadeira, o segundo round da foda.

Partimos para cima de ambas na mesma cama (foda-se, pensamos). Grudei Monica pelo pescoço e a deitei, joguei a toalha que estava em cima do meu pau longe, mostrando aquela pica enorme apontando olhando para a xota quente e gozada dela. Penetrei sem maior pudor, sem demora. Comecei a meter e ela continuou rebolando, cavalgando em meu pau. Segurei os seus seios, e ela começou a gemer, deliciada com a foda. Começou a falar algumas bobagens: "Edgar, que cacete duro, grosso, mete mais fundo, mais fundo caralho!". E depois começou a delirar: "Porra, mais fundo, meu cuzinho tá pedindo, porque não vem os dois aqui apagar esse fogo heim?". Gritando!
Imaginei o que os vizinhos ao lado nao estariam pensando, se tivesse alguma criança ali certamente estaria socando uma punheta naquela hora.

Caue por sua vez, partiu para cima de Marylin, não foi logo penetrando. Marylin agarrou o pau de Caue e passou a chupa-lo deliciosamente. Segurou seu pau, sugou suas bolas e começou a masturba-lo, não deixando perder o apetite. Ele estava com a cabeça para o alto, revirando os olhos, sentindo cada sucção da boca de Marylin quando ouviu Monica sugerir a Dupla Penetração.

Marylin parou de chupar o pau de Caue, eu tirei meu pau de dentro de Monica para montarmos na negrinha louca, nós dois.

Ela foi logo ficando no meio da cama, Marylin ficou em pé ao lado da cama, enquanto eu me deitava embaixo de Monica. Monica montou em mim, encaixou a sua xota no meu pau sem dificuldades. Senti sua buceta toda invadindo, cobrindo meu pau. Sua buceta larga, molhada deslizando em cima de mim. Enquanto Caue, com o KY apanhado na mochila de viagem, vinha por de trás da morena fogosa e com o rabo apetitoso. Começou a lambuzar o seu cu de KY, e lambuzou a cabeça do seu pau, e a extensão dele todo. Marylin se aproximou, ficou atrás de Caue e direcionou o seu pau para dentro do cu gostoso de Monica, que gritou, gemeu e abafou qualquer suspiro dando um longo beijo na minha boca. Passando a lángua por toda minha boca e depois chupando a minha lingua toda, puxando-a para dentro da sua boca, numa sucção que me fez delirar.


Enquanto Monica rebolava no meu pau, e dava bundadas no pau enorme de Caue, Marylin começou a massagear nossos sacos com as duas mãos. Com a massagem ela fazia meu pau pulsar, vibrar, com mais vontade de meter, continuar metendo, penetrando aquela buceta larga, deflorada, fodida de Monica. Deslizante como era, meu pau passava de dentro para fora sem esforço algum, e Monica gemia, gostava, se contraia, apertava meu pau em sua buceta e o pau de Caue dentro de sua bunda enorme.
"Mete mais, estou adorando, mete mais, mete mais caralho".

Caue também não calava a boca: "Cala boca cadela, to metendo, to metendo, vo arromba seu cu". E começou a dar tapas na bunda da safada. Eu passei a morder Monica para ver se ela sentia algo além de prazer nas duas penetrações, comecei a morder o seu pescoço e as vezes mordia o seu ombro. E não é que a negrinha nem se incomodava, continuava gemendo, quase babando de tesão, sua buceta se contraindo cada vez mais. A goza saindo de sua buceta se misturava com o KY, e escorriam pela sua perna.

Marylin após massagear bem as nossas bolas, saiu de trás de Caue e veio para cima de mim, mais precisamente da minha cara. Colocou a sua buceta na minha boca, pronta para eu chupar. Comecei a passar minha língua toda naqueles lábios saltados para fora, uma flor aberta e molhada. A buceta dela que tinha gosto de cacete, estava suando, transpirando com o calor do quarto, cheirando a sexo, um cheiro de me fazer gozar e não parar de bombar na bucetona de Monica.

Continuei chupando, mordiscando, e passando minha língua para dentro e para foda da vagina dela, depois passava a chupar e a sugar apenas o clitóris. Ela adorava, ficava gemendo de leve, e as vezes rebolava na minha cara. Me lambuzando todo, me molhando todo.


Agora estavam Marylin e Monica em cima de mim, ambas gemendo, ambas adorando. Monica com a pica no cu e na buceta, rebolando, gozando, se contraindo cada vez mais, até não aguentar mais. Caue, nervoso, babando, batendo na bunda da negrinha, comendo seu cu, deslizando seu pau para dentro e para fora, lambuzado de KY. E eu, ali, entre todos eles, chupando, mordendo a buceta gostosa de Marylin e gozando dentro da buceta voluptuosa de Monica.

Marilyn nao aguentou, gritou pedindo para mudarmos de posição. Sai debaixo de Monica e pulei para o lado, onde Marylin montou em cima de mim e começou a cavalgar com uma violencia absurda, querendo arrancar o meu pau, seu gemido aumentando de tom e de velocidade, estava prestes a gozar. Senti a boca de Monica chupando e sugando as minhas bolas, enquanto Caue continuava metendo fundo no cu da namorada.


Caue gozou dentro do cu de Monica. E todos nós descansamos assim que Marylin em cima do meu pau, co a contração forte que ela deu em mim, meu pau foi obrigado a soltar todo o leite que eu tinha no meu saco, que estava sendo excitado cada vez mas com as lambidinhas gostosas de Monica.

Ficou nós quatro ali deitados na cama por um instante, todos suados, gozados, cheirando a sexo, enroscados com as pernas uns nos outros.


Liguei para a pizza, e depois de nos deliciarmos voltamos cada um para sua cama, Caue com Marylin e eu com Monica, para a ultima fodida do dia, para finalizar o Swing. Mas dessa vez sem muitos gritos, tapas e gemidos, tudo correu por debaixo do lençol, metendo devagarinho, gozando dentro da camisinha com muita discrição. Nessa ultima foda eu acabei comendo o cu de Monica, ela ficou deitada de bruços para mim e eu montei nela, descadeirei a coitada, metendo com todo o meu pau dentro daquele cuzão, lambuzados de KY, que entrava e saia sem esforço, alargando o cu dela cada vez que eu bombava, metendo, metendo, sem parar.
Fomos dormir la depois das 2 da madrugada, o hotel todo já estava apagado, e só se ouvia barulho de carros com som alto nas ruas movimentadas de Ubatuba.
Monica dormiu em cima do meu cacete, olhei para a cama da esquerda e la estava Marylin masturbando Caue, talvez pela ultima vez do dia. De tanto gozar, meu pau já não levantava mais.
Caue olhou para mim, quase gozando, com os olhos semi serrados com a punheta de Marylin: "Sua namorada é do caralho".
E eu respondi: "E a sua tem um cu, espetacular"

Ele riu, orgulhoso da namorada que tinha.

Depois de tudo que passamos, no domingo pela manhã, levei Marylin para a praia, o sol estava lindo no horizonte, acabamos tirando fotos ótimas e bastante inspiradoras, ela apenas de biquíni mostrando aquele rabo enorme, e algumas fotos colocando o fio dental para o lado, mostrando a bucetinha carnuda. Para ela foram ótimos ensaios fotográficos, mas para mim, para o Caue e para a rabuda da Monica, fora um final de semana inesquecivel de swing delicioso.

---
Bom pessoal, isso é tudo sobre swing, POR ENQUANTO. Caso tenham alguma historia otima sobre swing pra contar, estou aqui para ouvir! Mas antes, sejam sinceros, se o conto te excitou, deixe um comentário! ;D




4 comentários:

  1. Noooossa Edgar, não via a hora da segunda parte do swing. Valeu a pena esperar, que foda deliciosa. Eu fui lendo e me imaginando no lugar das meninas, em cada momento eu era uma delas. Que excitante, por favor não pare de contar as suas experiências amigo, elas são muito inspiradoras para mim. Ah, e outra coisa, adoraria ser a Monica e transar com você debaixo dos lençóis bem devagarinho. Beijos gostosos querido. :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pelo apoio e pelos comentarios Manuella, eu nao pretendo parar de escrever, estou vendo que as visualizações do blog tem aumentando muito cada vez que posto um "Delirios de Edgar" ou um Conto erotico. O foda é o pessoal nao comentar e eu nao ter o feedback do que melhorar no blog. Mas tudo bem.
      Manuella, eu tambem adoraria ter voce debaixo dos lençois, para um sexo gostoso e bem devagarinho. Te arrancar suspiros e te fazer gozar com o meu pau ainda dentro de ti! E, olha só heim, se voce queria mesmo estar no lugar da Monica, entao ia estar toda lambuzada de KY!
      Te adooooro Manuella, ainda precisamos nos encontrar, gostosa!

      Beijaaaço gostoso!

      Excluir
  2. Ah Edgar, eu precisaria mesmo estar toda lambuzada de KY porque o meu cu é bem apertadinho..Ah querido, sei bem como é, essa falta de retorno dos leitores, mas se depender de mim, você não terá nenhum post sem comentário.

    Te adoro também gostoso!

    Beijos amigo.. :P

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha Manuella, o teu apoio engrandece o Blog, mas a tua presença, me deixa mesmo é com agua na boca! E com a cueca bem molhada!! Adoraria lambuzar voce toda de KY, mandar a ver na tua bundinha, com todo amor, e toda dedicação que eu posso dar pra alguma garota disposta a gozar! Gostosa!!!
      Te adoro mais gostosa!

      Beijaaços ;P

      Excluir