Melhor Sex Shop virtual!

terça-feira, 9 de outubro de 2012

Reencontrando Alice


A principio, o meu primeiro texto aqui no blog foi da primeira vez que usei Alice para ensaios de fotos pornográficas (link aqui)

Depois daquela vez, a safada continuou indo até o meu apartamento, cerca de duas vezes por semana, acaba sempre com um vinho aberto e com uma gozada na boca dela. Assim foi varias e varias noites. Até começar a me envolver com uma outra garota, e ela acabou deixando de ir até o meu apartamento, claro, depois de eu ter mostrado as fotos para alguns empresários que conheço, e feito o bolso da garota encher de grana.

Certa noite, meses depois que terminei com a garota que estava, fui num restaurante japonês  e lá, dou de cara com Alice, o namorado dela e um outro casal.
Adorável Alice, não?
Que bonito, um encontro de casais, não quis me intrometer, sentei numa mesa longe da deles, mas não foi por um acaso que ela, ao se levantar pra ir no banheiro deu uma passada na minha mesa. Perguntou como eu estava, e me agradeceu pelos empregos, depois de dois filmes pornos de fundo de quintal, agora ela estava fazendo ensaios apenas de lingerie para uma revista de moda, estava ganhando muita grana, e a noite ali no restaurante com os amigos e com o namorado seria por conta dela.
Parabenizei a coitada, e ela foi logo perguntando quando é que eu poderia fotografa-la novamente.
Senti uma malicia no ar.

Quando me levantei para ir embora, ela me chamou até a mesa onde estava, me apresentou o namorado e o casal sentados ao lado. A garota, amiga dela, por sinal, era fabulosa, Michele, 19 aninhos, peitos enorme, sem muito quadril, mas fantástica  Uma boca sexy, dentes perfeitos e brancos, cabelo pintado de vermelho e pontas laranjas. Cumprimentei os namorados de ambas, e fui logo deixando meu cartão com Michele. Alice prometeu levar a amiga até o meu estúdio, e disse que iria recomendar para as modelos da revista que estava posando o meu estúdio  Agradeci e deixei alguns cartões com ela. Quando notei que ambos os namorados das moças estavam começando a se sentir incomodados com a minha presença, ofereci para eles uma 'pelada' no domingo, com churrasco e cervejas. Me senti bastante irônico falando 'pelada' para eles, enquanto pensava nas namoradas de ambos 'peladas' e 'gozadas' comigo na cama. Eles riram, aceitaram o convite, é obvio que eu não estaria la, mas alguns amigos meus estariam no tal local para deixar os caras jogarem a tal 'pelada'.

No dia seguinte, acordei com o meu celular, Alice me ligando para saber se eu estaria no meu apê. Ela estava querendo me mostrar as fotos. Achei que iria faturar naquela tarde, mas, infelizmente, ela foi acompanhada do namorado. Ofereci uma coca para ambos, olhei as fotos sensuais e dei algumas dicas tolas para a mesma.
Naquele dia eu estava cansado, decidi não trabalhar, só ficar em casa vendo porno e jogando vídeo game, seria um dia daqueles.
Quando marcou no relógio 18:00, Alice me ligou de novo, dizendo que esqueceu a chave dela no meu apartamento. Olhei por tudo quanto é canto e nada de encontrar a tal chave, ela me chamou pelo interfone, abri a porta, antes de tocar a campainha eu já estava com a porta aberta, e para minha surpresa sem o namorado.

Me agarrou na porta mesmo, entramos trocando um beijo quente e demorado, fechei a porta com um chute e ela foi logo saltando em cima de mim, cruzando as pernas nas minhas costas. A deitei no sofá, a chamei de louca e perguntei pelo namorado dela. "Não aguentei as saudades de você", ela disse.



Puxei a calça dela e ela se livrou da calcinha antes que eu pudesse tirar o meu pau para fora. Comecei a penetrar aquela buceta que nem estava molhada. Ela mordendo o meu pescoço e eu metendo a buceta que começava a ficar úmida com o meu pau dentro dela. Levantei a camisa dela, abaixei o sutiã e comecei a chupar aqueles peitos deliciosos. Alice ainda era fogosa, e mais que isso, uma tremenda de uma vadia. Depois de algumas bombadas, perguntei se podia gravar aquela foda, ela disse que não mas não liguei, fui logo apanhando a camera ao lado do meu sofá e botei na mesa de centro da minha sala. Record na nossa direção. Ela falou um 'filho da puta' bem baixinho no meu ouvido, e escondeu o rosto. Ficou de costas, empinou a bunda e eu mandei ver naquela buceta, agora molhada e escorregadia.

Agarrei os peitos dela, os apertava com os dedos e ela gemia. Parei de bombar e ela começou a me dar bundadas, querendo o meu pau todo dentro dela.


O celular dela tocou, estava no bolso da calça que joguei no chão. Enquanto eu segurava sua bunda, e continuava metendo, ela foi procurando o celular na calça. Apanhou e atendeu, era seu namorado. Pude ouvir ela falando, disfarçando os gemidos: "estamos procurando a chave", "ainda não meu bem", "deve ter caído no vão do sofá", "sim, estamos no sofá procurando agora", "Te Amo muuito meu gostoso", "ja ja estou descendo", e desligou.


Ri da cara dela, mas não sabia se chorava pelo namorado da garota, corno estava sendo chifrado a poucos metros de nós, ele no minimo ainda estava no carro, esperando ela la embaixo em frente o meu prédio.

Eu já não aguentava mais dar as bombadas, meu pau já implorava pela gozada. Eu puxei o cabelo dela, com selvageria mesmo, e disse que gozaria. Ela tirou o meu pau de dentro dela e foi logo engolir o meu gozo, como quem tem fome de tomar água da torneira, socou o meu pau, apunhetou-me com jeito e logo foi o jarro de goza na boca, direto na guela da vadia. Ela tomou tudo, quando eu me sentei do lado dela, ela veio para me dar um beijo na boca, senti o gosto da minha boca na lingua dela. "Vê se não se esquece de mim ta?",e la disse.

Depois dessa rapidinha de 5 minutos, jamais me esqueceria daquela gostosa. Ela botou a calça, joguei para ela um halls vermelho que tinha ali na minha sala aleatoriamente, só pra aliviar o bafo de porra. Ela ajeitou o sutiã, a camisa e apanhou a chave que estava 'supostamente procurando' do bolso de trás da calça.
Piscou para mim e saiu pela porta me mandando um beijo.

Sentado no sofá, olhei para meu pau, gozado e amolecendo. Pensei na situação e só me restou rir. Aquela gostosa, mesmo depois de ja ter conseguido o sucesso, um bom emprego como modelo, e de ter um namorado, continuava enfiando pau na boca. Uma vadia nata.

---

Pessoal, se gostaram do conto, é só comentar. Qualquer opinião é válida! Agradeço a visita. :)

6 comentários:

  1. Uiiiiiiiii agora fiquei com o sangue a correr mais depressa...
    Beijos prometidos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hasusha, muuito obrigado pelo comentario Desire, espero te ver mais vezes por aqui! :P

      Excluir
  2. Olá Ed!
    Para falar a verdade eu não gostei, isso é pouco, adorei e continue!
    Essas Alices não é? kkkkkk
    BJOS
    Lena

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. aah Lena, adoravel Lena, que bom te ter aqui no meu blog no meio dos comentarios. A principi achei que tu nao tinha gostado, mas foi um mal entendido. Vou continuar escrevendo, pode deixar! Se for pra te ver por aqui, vou escrever sempre!!!


      Beijaaaço!

      Excluir
  3. Oi Edgar, conheci seu blog através d outro blog te achei um belo rapaz e confesso sentir um pouco de inveja dessas garotas, q ja passaram por sua vida.
    Tenho 21 anos, muito tímida e virgem ainda... Mais to trabalhando meu lado exibicionista e to louca p desfrutar os prazeres carnais tão bem conhecido por vc.rsrs...
    Grande beijo.
    Ass: cristina

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ooow, adoravel Cristina!
      Muito obrigado por vir até o CENAS MUITO FORTES fazer um comentario tao bom como este que tu me deixou! Fico muuito feliz que voce seja tao novinha e ainda seja virgem, hoje em dia isso é uma tremenda raridade! Trabalhar no lado exibicionista deve ser facil para ti, afinal, todas as garotas de 21 anos tem muiito fogo para dar, e para voce nao deve ser dificil seduzir um homem!

      Espero te reencontrar aqui sempre no blog, fazendo seus comentarios tao bons sobre os assuntos e contos que aborto aqui, ok?

      Agradeço mesmo a sua visita, te aguardo por aqui mais vezes.
      E, nao sinta inveja das garotas, afinal, quando começar a praticar dos prazeres carnais e das coisas boas da vida, vai ver que, uma boa trepada e uma boa chupada, é de causar inveja a qualquer um.

      ;D

      Excluir