Melhor Sex Shop virtual!

sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Ménage a trois, com Caue e Priscila



Olá caros leitores do Cenas Muito Quentes! Hoje vim até vocês para contar um pouco sobre Ménage a trois, com meu amigo Caue (já citei ele aqui anteriormente) e uma prostituta muito querida, parceira nossa, a Priscila.

Caue sempre fora meu companheiro de fodas, quando criança, íamos para casa de sua avó, em Monteiro Lobato, e acabamos fazendo uma orgia deliciosa com a Jessica. Mais tarde, na escola, nós acabávamos pagando para umas garotas mostrarem os seios, e certa vez cobri Caue, dizendo para os pais dele que ele iria dormir em casa, enquanto estaria na casa de uma garota, metendo a noite toda.

Eu havia acabado de ligar para uma prostituta que me interessei no jornal, Classificados do dia: "Priscila 21 A, deliciosa, atraente, faço de tudo - 100 / 150 R$, faço porque gosto, meu telefone é xxxx-xxxx, atd. Ht/Mt/Residencia". A garota parecia ser adorável, como estava de bobeira e com dinheiro no bolso, resolvi conhece-la. Combinei de busca-la em um ponto movimentado do centro de São Paulo. Caue me ligou, estava me dirigindo ao local:

"Fala Caue, o que manda?"
"Cara, vamos sair pra balada hoje?"

Dispensei o convite, mas, conversa vai e conversa vem, descobri que o puto tinha acabado com a namorada, tinha sido pego com uma outra gostosa na academia, uma amante muito mais deliciosa do que a namorada atual. Ele estava arrasado apesar de ter as duas garotas, e queria distração. Disse para ele que estava indo ver uma garota agora, e o convidei, afinal, porque não?
Liguei de volta para Priscila, ela me recebeu com muito carinho e sorriso na voz, perguntei para ela se ela topada mais um cara na brincadeira. Ela tirou o sorriso na voz, pensou bem e disse que não. Dobrei o valor: "300 paus". Ela continuou pensando, eu estava quase chegando no ponto onde ela me aguardava, e retrucou: "Ok, mas sem penetração dupla".

Fechou.

Cheguei no ponto, abri a porta para ela e pude ver o que eu queria. Loira, linda, olhos azuis e seios deliciosos, charmosos, fartos. Estava usando uma mini saia, batom vermelho e brilhos nos lábios. Beijei seu rosto, senti o cheiro delicioso e doce de perfume de puta.
Saímos dali, estava indo agora em direção a casa de Caue. No caminho expliquei para ela o que acontecia, sobre a namorada de Caue e que ele queria distração, e ela concordou que faria um serviço perfeito para nós dois. Pegamos ele em frente o seu serviço, entrou no banco de trás e já fomos contando vitoria da garota deliciosa que iriamos comer. O caminho todo fomos falando bobagens, falando que iriamos chupar o grelo dela e foder aqueles peitos. Ela ria, afinal, é puta, não tem muito o que dizer ou fazer a não ser concordar e ser sedutora.

Chegamos no Motel. Entramos no quarto, luzes acessas e amareladas, clima erótico e exótico, cheio de almofadas e alguns vasos de flores.
Priscila pediu a grana adiantado, joguei 200 mangos na mão da gostosinha, Caue foi pego de surpresa, indagou: "300 paus?", mas acabou pagando sem demora.

Priscila começou a tirar a blusinha, mostrou os seios deliciosos que tinha, bicos rosados, não muito enormes, mas um seio farto nada pequeno. Quadril dela era delicioso, um pneuzinho pequeno, de garota que toma anti concepcionais, mas se cuida todos os dias na malhação.

Me aproximei da gostosa, fui beijando sua boca, e ela ótima com a língua. Depois do beijo disse que iria querer experimentar a sua boca em outro lugar. Ela passou o cabelo para trás da orelha. Caue se aproximou e começou a tirar a mini saia da puta, despida, ela subiu na cama.

Subi junto com ela, me sentei na cabeceira e tirei minha calça. Ela já sabia o que fazer, tirou minha cueca e mandou ver no meu pau, semi duro. Com o toque da língua daquela deliciosa boca de puta, meu pau endureceu, molhado de saliva e libido, ela se deliciava passando os lábios de baixo pra cima no meu pau.

Caue se despiu todo, só depois eu fui tirar a camisa. Ele subiu na cama e já começou a gemer, fazer barulho vendo aquela xota deliciosa, aberta e deflorada na sua frente, pois Priscila estava de quatro na cama, esperando por ele.

Ele passou saliva nos dedos e começou a se deliciar, passando os dedos na xota da vadia. Ela continuou chupando o meu pau, esboçando alguns gemidos. Ele começou a masturbar a xota desflorada da puta, ela com o ritmo da mão dele foi rebolando, mexendo o quadril. Ele estava com o pau estalando. Pau grande, maior do que o meu, embora fosse mais fino. Caue apanhou seu pau e começou a passar nos lábios vaginais de Priscila, se deliciando com o molhado daquela bucetinha que começava a se abrir. Ele começou a abrir a buceta dela com a cabeça do pau, passando para la e para cá, e então penetrou. Ela ergueu a perna, recebendo a pica enorme de Caue, e não parou de me chupar.

Caue segurou sua perna, e começou a aumentar o ritmo, senti que as chupadas dela deixavam de ser tao caprichadas, ela estava gemendo, e aumentando seus gemidos conforme ele ia aumentando os seus gritos e suspiros de prazer. Aumentava o ritmo, a cama do Motel começou a bater na parede.

Olhei para a cara de Caue e ele estava hipnotizado pelos peitos de Priscila, indo e vindo para la e pra cá com os movimentos que ele fazia metendo forte naquela bucetinha. Eu segurei a cabeça da puta e a puxei para o meu pau. Ela voltou a concentração para a chupada, passou a lamber novamente cada centímetro do meu cacete.
Tirou ele da boca e começou a chupar as minhas bolas, sugou a minha bola toda, e continuava gemendo. O pau enorme de Caue estava fazendo a vadia enlouquecer. Uma mão de Priscila desceu para a buceta, ali ela começou a se masturbar, massageando a sua buceta toda. Estava molhada, podia ouvir os barulhos da pele de ambos batendo, e o gozo dela saindo da buceta.

Sua chupada no meu saco estava fazendo me delirar. Caue gozou, deu bombadas fortes e terminou em um altíssimo  "AAAAAAAAAAAAAAAAAAH". Sempre muito barulhento. Ela adorou. Gemeu, e agradeceu a gozada. Olhou para mim, "Agora vou cuidar de você".

Subiu em cima do meu caralho, coloquei a camisinha, enquanto o Caue tirava a dele e já botava outra.

No meu colo de pernas abertas, virada para mim, ela se sentou com a xota quente no meu pau, um pouco mais grosso do que o de Caue. Gemeu quando entrou tudo la no fundo da buceta. Comecei a chupar seus seios, e ela a me cavalgar, com furor, com delicia. Caue, com uma nova camisinha ficou em pé ao nosso lado, da altura da cara dela. Com o pinto semi duro, deu o pau pra ela chupar. Engoliu o pau dele todo, fazendo garganta profunda. Ele delirou, ela começou com os barulhos constrangedores de uma ótima chupadora de pau, não parava com os movimentos da cabeça, pra frente e pra trás. Caue segurou seus cabelos e começou a forçar a metida dentro de sua boca. Enquanto isso, eu me concentrava em continuar metendo naquela buceta larga de puta que ela tinha. Toda gozada, molhada, entrava e saia facilmente, sem maiores problemas.

Gozei, e ela sentiu o gozo cobrindo minha camisinha.
Contraiu a buceta, mastigou meu pau.

Se deitou, tirei a minha camisinha e comecei a me masturbar, pra não perder o ritmo. Caue continuou com o pau na boca da vadia, que agora começava a chupar suas bolas. Eu com camisinha nova, subi em cima dela e comecei a meter novamente, ainda mais fundo. Ela adorando, gemendo para nós dois ali na cama, pernas bem abertas. Ela começou a fazer um beijo grego em Caue, ele delirando, revirou os olhos, tirou a camisinha e gozou para o alto. Caiu tudo nos peitos da megera.

Eu aumentei os ritmos da minha foda, fiz ela gritar com gemidos agudos de prazer, tirei meu pau pra fora e ela sabia que viria o jato da porra. Tirei a camisinha com violência e me masturbei em cima dela. Gozei também nos seus peitos.

Caue deliciado, agradeceu, era aquilo que ele queria para aliviar o stress. A puta foi pro banheiro se lavar, ficou eu e ele sentados na cama, com o pau murcho falando sobre a safada.

Na volta, levei o carro, para deixar a puta no mesmo ponto onde a encontrei, e Caue em sua casa. Eles foram no banco de trás, ela, para agradar o cliente que havia perdido a namorada, foi chupando o pau dele ate chegar no seu ponto. Eu como sou esperto peguei o caminho mais longo para casa, deu tempo dele gozar dentro da goela dela. E ela aconselhou: "Foda-se a sua namorada, fica com a moça da academia, fica com a amante e ponto final".

O deixei em sua casa, a noite fora espetacular, e jamais nos esqueceremos de Priscila.

10 comentários:

  1. Ulalálá Sr. Edgar!!!!

    Nem nós esqueceremos de Priscila kkkk...

    Eu particularmente NÃO ME ESQUECEREI DESTE TEU RELATO, afinal, ao mesmo tempo que imaginava cada momento da foda, do ménage, vi em vários momentos várias situações com minha Loirinha & Wolvie... Outras com minha Loirinha & Sr. Espantalho... Putz que eu lembrei quando a Loirinha se fez de puta para nós... Cara... Me senti (com muito tesão) em Casa...

    Bjs bjs bjs da Loirinha, abçs mansos...
    Ótimo fim de semana....
    Inté....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OOOh meu caro!!! Pensa num cara que se lembra todas as manhãs de sua vida dos momentos quentes de menáge a trois que ja participei a minha vida toda!!!
      Meu caro, ja contei aqui uma outra menage, chama-se NATASHA, E O BORDEL BOA CHUPADA, se puder, da uma conferida, só dar uma pesquisadinha por Natasha ali no cantinho esquerdo! Garanto que vai gostar!!!

      Obrigado pela visita, abraço!!!
      beijo beijo beijo pra Loirinha!

      Excluir
  2. Belo conto...

    O Blog está cada dia melhor...

    Abraços...

    HOT SPOT NO MSN:

    hotspotonline@hotmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oooh meu caro, que bom que tem gostado do andamento do blog, pretendo melhora-lo sempre!!!

      Abraços!

      Excluir
  3. Nossa deu até calor kkkkk,tenha um lindo fim de semana!!bjss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hmmm, ficou com calor, tira a roupa linda!!! ushauashsa

      Lindo final de semana pra ti tambem, cheio de prazer! ;

      Beijaaço!!!

      Excluir
  4. Eitaaa quente é o meu sobrenomem por aqui a coisa é realmente ardente,clima tórrido, muito apimentado que incendeia qualquer ser que pinte por aqui rsrs
    Pega fogo tua casa beijos proibídos. :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa, mas que ilustre visita adoravel de voces!!! Passei la no blog de voces e a casa por la tambem pega fogo, adorei as escritas e as escolhas das imagens!!! Ja estou seguindo!!!
      Que bom que acabei deixando voces com calor, esse é um dos meus objetivos! ;D

      Beijaços beijaços! Volte sempre!!! E sejam bem vindos!

      Excluir
  5. Eitaaaa!! faltou-me até o folêgo..rs
    Noite absurdamente QUENTE.

    Li num gole só!

    Beijos meus, delicioso fim de semana, Edgar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. uhsausahsausa, matou em um gole só? Eita doidinha heim!!!
      uhaushsausa, brincadeira! Que bom que achou quente, vou tentar esquentar mais as coisas por aqui!!!

      Beijaaaços, deliicioso começo de semana pra ti, Miih!

      ;*

      Excluir