Melhor Sex Shop virtual!

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

A Prima Helena!


Este conteúdo NÃO insentiva ou incita a prática de sexo ilegal como incesto, pedofilia, bestialidade e necrofilia! 

Eu sei que soa estranho o Incesto, parece ser coisa do diabo, coisa extritamente proibida por Deus, mas, acontece que, é ali onde acontecem os maiores aprendizados sexuais da nossa infancia: COM AS PRIMAS.

Eu por sinal, tenho o azar de ter apenas 3 primas na familia, tanto por parte de pai quanto de mãe. Duas moram aqui no Brasil e uma na Italia, com a irmã do meu pai.

As minhas duas primas daqui, chamam-se Luana e Helena, sempre foram mais novas do que eu, quando eu tinha meus 14 anos, elas tinham 12 e 13. Helena sempre aprendera comigo sobre tudo, tanto ler, quanto escrever, correr, brincar, montar lego e jogar video game. Assim como eu aprendi com ela a como se fazer um bom sexo oral.

É claro que, nao tinhamos noção nenhuma do que estavamos fazendo, é claro, tudo começou assim.

Eu e Helena nos reuniamos todo os sabados, foi uma epoca agradavel, eu ainda tinha sonhos molhados com Jessica de Monteiro Lobato, morria de vontade voltar pra la, mas, infelizmente, a poucos meses a minha a avó de Caue ja havia se mudado, e entao nao tinhamos mais motivos pra ir para aquela cidade. Prometi para mim mesmo voltar e reencontrar Jessica, mas isso é historia pro futuro.

Então, como nao tinha Jessica pra enfiar a cabeça do meu pau, comecei a cobiçar a xoxotinha de Helena. Ela por sinal, havia se menstruado a poucos meses, ja estava se sentindo uma mocinha grande, embora, tivesse fortes cólicas sempre que estava para menstruar.

Certo sabado, fiquei na casa dela, os pais dela haviam saido, ido fazer compra ou qualquer outra coisa, e eu e ela iriamos ficar sozinhos pela tarde toda. Iriamos jogar video game, se ela nao tivesse ficado doente.

Ela não queria se levantar, queria ficar só deitada. O quarto dela era espaçoso e bem gelado, nao era um dia quente, estava para chover e o tempo estava nublado. O dia seria tedioso e chato. Ela percebeu o meu tedio, e disse que eu poderia me deitar com ela debaixo da coberta, mas que acima de tudo, ela precisava era dormir.

Ficamos ali deitados, ela estava apenas com os olhos fechado, e ficavamos convesando aos poucos sobre alguns jogos do Super Nintendo. Ficamos comentando sobre o 4º castelo do Super Mario World, ela ria e a sua cólica aumentava. Ela ficou deitada de lado, e eu, como nao era bobo, levantei a coberta para ver o corpinho dela. Ela estava deitada só de calcinha, o que fez meu pinto levantar e ficar duro de vontade penetrar aquela garota.

Resolvi fingir que estava com frio, agarrei a minha prima e fiquei encostado nela. Passei meu braço por cima dela e deixei a minha mão logo a frente do seios dela. Meu pau duro estava encostado na bunda dela. Ela estranhou, foi um pouco para frente ficando longe do meu pinto duro, e eu acompanhei ela, encaixando o meu pau naquela bundinha redonda.
Ela virou para mim e disse que algo estava incomodando ela, eu disse que era normal, e ja que nao ia mais incomodar. Ela ficou encostada em mim, e eu tentando encaixar o meu pau ainda mais na fenda daquela bundinha. Meu pau estava molhado de prazer, parecia que eu ia gozar. Ela se encheu daquilo e se virou para mim, olhou por debaixo da coberta e viu o volume do meu pau.

_Nossa, o que é isso? 
Ela sabia o que era um penis, e sobre o fato dele ficar ereto, mas com o rosto vermelho de verdade, ela ouçou fazer a questão.

_É que eu fiquei animado vendo voce de calcinha, desculpa.
Ela aceitou as minhas desculpas, e continuamos deitados, meu pau nao amolecia. Apesar de ter ficado envergonhado por ela ter visto o meu pau ereto com um grande volume na calça, ela tambem ficou envergonhada por eu ter falado sobre a calcinha dela.

Eu fechei os olhos, fingi que ia dormir pra ela dormir tambem, qunado ela dormisse, eu poderia me aproveitar e espiar a xotinha dela. Mas para a minha surpresa, ela tinha algo melhor em mente.
Senti seus dedos no meu pinto, aos poucos, ela o agarrou por completo. Eu abri os olhos e ela estava olhando para ele debaixo da coberta.

_Primo, posso espiar?

Obviamente que a deixei, "Claro prima, mas com uma condição". Ela sabia o que viria após esta minha frase: "Quero ver a sua [bucetinha] tambem", e aceitou, eu mal terminei de dizer a frase e ela ja estava abaixando a minha calça para ver o meu pau duro.

Ele estava molhado, meu pau estava pulsando de vontade enviar naquela bucetinha dela. Ela estava de meia, começou a passar o pé no meu pau, e dizendo o quanto ele era duro. Perguntou-me se era duro sempre, ou se era só quando via uma calcinha, eu disse que ele ficava duro toda vez que eu estava perto dela.
Ela avermelhou toda, nao sabia o que dizer. Ela então o tocou com as mãos, eu quase fechei os olhos de prazer, mas, resolvi guia-la. Segurei as suas mãos e comecei a guiar ela, pra cima e pra baixo, me masturbando. Ela não dizia nada, eu apenas disse: "É assim que voce tem que fazer pra ele amolecer". Ela pareceu com olhos bem atentos, queria aprender como me satisfazer. Eu comecei a aumentar o ritmo da masturbação, até não conseguir segurar, acabei gozando na mão dela. A minha goza era pouca coisa na época, era mais um libido, nao tinha tanto espermas. Ela se assustou, e sorriu, "O que eu faço com isso?". Eu nao sabia o que dizer a Helena, tambem nao sabia o que fazer com a porra, então, disse pra ela que poderia limpar na cama.

E então, com a maior cara de pau do mundo, pedi para ela pra mim ver a bucetinha. Ela abaixou a calcinha até as coxas. Era fascinante. Poucos pêlos e uma xotinha fechada. Era apenas um risco no meio da pele, algo fechado, puro e inocente, Eu oucei tocar a xota dela, mas ela tirou a mão, disse que aquilo nao era certo.

Eu olhei profundamente nos olhos dela e disse: "Talvez nunca mais tenhamos a mesma chance", puxei a calcinha dela até o pé, ela continuou deitada e eu abri as pernas dela. A bucetinha se abriu por um instante, parecia molhada, mas continuava fechada. Eu me aproximei da xotinha dela para sentir o cheiro. Era um cheiro forte, de pelos, libido, que acabou fazendo eu entesar denovo. Meu pau estava renovado, pronto pra mais uma loucura.

Loucura foi o que me veio na cabeça, tudo que eu queria era comer aquela bucetinha, e foi o que eu acabei fazendo literalmente, eu abri a boca e parti com a lingua pra dentro daquela fenda deliciosa. Ela gritou de susto, nao esperava a  minha lingua passando de cima pra baixo e baixo pra cima na fendinha. A fenda foi se abrindo aos poucos, e ela estava muito molhada. Ela estava tremendo, a minha prima nao sabia como reagir as minhas lambidas, ela começou a gemer, e a dizer que estava bom. Ela só repetia essas palavras: "Esta bom, esta bom...", e o meu pau ainda pulsando instintivamente. Eu nao conseguia parar de chupa-la. No meio da fenda, encontrei uma pequena carne rosada (que mais tarde descobriria que era o clitoris, e que toda mulher possui). Comecei a lamber aquele pedacinho de carne ela estremeceu ainda mais, seu quadril ficou mais firme, e vi que ela ficou apenas com a ponta do pé apoiada na cama, o quadril dela começou a se mexer com velocidade a cada lambida e chupada que eu dava naquele grelinho molhado. A xoxotinha dela estava molhada por completo, ja havia molhado o meu queixo, e eu continuava a chupando, a minha lingua toda nela. Ela segurou o meu cabelo com as mãos, gemia tão alto que, chegou um momento em que o quadril relaxou. A carne rosada que eu tambem chupava como uma bala se contraiu, e a bucetinha inteira dela começou a se mover, os musculos começaram a se contrair e a se abrir sozinhos. Eu olhei para o meu pau e eu tambem ja tinha gozado, embora ele continuasse em pé. A minha prima estava deliciada, com os olhos fechados e com a buceta toda molhada, ela disse mais tarde que havia sido a melhor sensação do mundo.

Depois disso, soube que todas as garotas gostam de uma boa chupada. E como Shakespear diria: "Trepar é Humano, Chupar é Divino".



14 comentários:

  1. Uiiiiiiiiiiiiii estes relatos estão cada vez mais calientes!
    Beijos prometidos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ufa, que bom que a senhorita esta gostando! Amo textos calientes e quero apimentar ainda mais estes que ando escrevendo. Obrigado!

      Excluir
  2. Hummm.. tesão...


    beijos



    Cris e Junior
    http://desejosefantasiasdecasal.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. uashuashsa, que bom que gostou. beijaaços! ;*

      Excluir
  3. Eu também já tive uma experiência com o meu único primo, adotivo..Acho que tínhamos uns 12 anos.Uma vez estávamos na casa dele, brincando de esconde-esconde. E eu resolvi me esconder no guarda-roupa. E ele foi me procurar, e me achou, ele era bom nessa brincadeira. Foi quando ele resolveu entrar no guarda-roupa também.. E lá dentro, no escuro ele começou a passar a mão na minha barriga, por cima da blusa. No começo eu me assustei, mas depois comecei a gostar..E comecei a passar a mão no pau dele por cima da bermuda. E ele começou a passar a mão nos meus seios, que na época eram pequenininhos..E eu comecei a sentir que o pau dele estava ficando duro, e ele colocou o pau pra fora e eu fiquei tocando nele, sentindo como a pele era macia. Mas sem poder ver nada..só imaginando como seria um pau quando eu visse um com a luz acesa. E nós ficamos lá, se tocando, sem beijos, só descobrindo o corpo do outro. Até que a mãe dele nos chamou pra almoçar..foi assim que eu descobri o corpo de um garoto.

    Adorei seu blog, me adc no msn.. manuella.since1990@hotmail.com bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. UAU, MAS QUE EXPERIENCIA FANTASTICA, SRTA MANUELLA!!! Adoraria mais detalhes de sua vida sexual, se é que me permite, poderia descreve-las aqui no blog, nos minimos detalhes, o que tu acha? Me excitei imaginando-te junto com teu primo no guarda roupa, no escurinho, no calor do corpo de ambos!!! Que deliicia!! Bom, já te adicionei no msn, caso precise me adicionar devido a falha dos convites do hotmail, segue: edgar.oliveira84@hotmail.com

      Beijaaaços guria! ;*

      Excluir
  4. Eu ia adorar compartilhar algumas coisas com você, Edgar. Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sou todos os ouvidos, estou sempre a disposição para uma prosa adoravel sobre o passado e as experiencias sexuais, Manuella! ;D

      Excluir
  5. Se você quiser, podemos trocar links

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa, já esta ali na lateral!!! Muito obrigado pela oportunidade de parceria!!! :D

      Excluir
  6. Cara seu blog é show!! Esses contos e essas fotos com movimentos são incriveis! Vc poderia nos passar+blogs com fotos com movimentos? Parabens simplesmente d+

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola Anonimo.. sinceramnete eu nao conheço nenhum outro a nao ser o meu.. fico te devendo.

      Excluir
  7. seu blog e mto show adoro essas ninas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Brigado amigo. Volte sempre!!! Sempre tem ninas novas!

      Excluir