Melhor Sex Shop virtual!

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

No Hotel do Rio de Janeiro, Márcia Fogosa!


Ainda me lembro de quando viajei para o Rio de Janeiro, como todo bom boemio, fui direto para a Esquina famosa da Avenida Augusta, tomar uma caipira, e escutar um bom samba.

Estava na cidade a trabalho, iria fotografar algumas garotas contratadas por uma agencia de modelos que eu conhecia a alguns anos.

Nao demorou muito, ja estava indo para a agencia, onde encontrei 8 garotas, morenas, loiras, ruivas, negras, com bundas enormes e outras magrinhas. Fotografa-las foi facil, elas ja sabiam a posição certa, ja haviam dito treinamento de qual posição cada uma ficava melhor.
Depois de 5 horas de fotos, todas ja estavam exaustas, mas eu ainda estava animado, fotografa-las estava sendo otimo, até o estilista e aconselhador delas (Renato, viadinho) ja estava cansado e com a cara vermelha por causa do calor. Todos me dizeram obrigado, começamos a passar as fotos para o computador, e, no meio das conversas afiadas e risos das garotas, soltei uma frase que nunca vou esquecer: "E agora? Quem vai comigo pro ensaio sensual no hotel onde estou hospedado?".
As garotas pararam tudo na mesma hora, de rir, de se mexer, e ouço em dizer que pararam até de respirar!

Eu ri, o Renato riu, e depois as garotas se descontrariaram, riram juntos e aquela minha frase ficou esquecida por um tempo.

Na hora da saida, devia ser uns 18:30, eu estava na calçada, eu e o meu maldito ex-vicio de fumar, estava parado, apenas pensando um pouco no que iria fazer no hotel, dormir, e o que iria fazer logo amanha de manha, partir pra São Paulo denovo. Foi onde uma das garotas chegou até mim, de regata branca, Saia florida e cabelo solto, era uma das loiras do estudio, seu nome era Márcia.

Marcia tinha peitos grandes e coxas de dar inveja, sem contar que aquela belezinha descida do céu sambava pra frente, feito uma dessas deusas do Samba, nao é qualquer uma.

Ela me perguntou se a piada havia sido sério, e como seria o ensaio, se houvesse sexo por dinheiro ela nao toparia. Deu toda certeza que o ensaio sensual seria vendido apenas para uma revista que pagasse no minimo 50 mil pelas fotos.
Marcia topou na hora.


Fomos para o meu hotel, comecei a montar o tripé, a maquina e preparei as iluminações, a Principa, a luz de Preenchimento e a luz de Fundo. Posicionei um puf do hotel mesmo pra ela ficar sentada no meio, e abri o meu estojo de maquiagem. Nao sou muito bom nisso mas, para as fotos ficarem boas, eu sei disfarçar bem. Apesar da garota nao ter imperfeição alguma, com seus 22 anos, ela tinha apenas algumas marcas de cravos no nariz.

Vamos entao para a sessão de fotos, aos poucos ela ia tirando a regatinha, apalpando os seios, depois levantou a saia, abriu as pernas e começava a fazer cara de safada. Tirou o sutiã na hora certa e depois de algumas fotos em pé com a lingua pra fora tentadoramente, ela foi abaixando a calcinha branca. Consegui um close otimo de sua xotinha e o seu cuzinho apertado, do jeito que eu gosto de fazer closes.
Ela era uma deusa, uma divindade ali, se despindo para as minhas fotos!


Pedi por uma pausa, ninguem é de ferro e o meu pau ja estava todo molhado.
Fui até a cozinha, abri um vinho para nós dois, começamos a tomar ali na cozinha mesmo, e a conversar, sobre a vida e sobre as façanhas. Ela estava usando um roupão do Hotel, e estava maravilhosamente Sexy. Pedi por outra sessão de fotos, agora com o roupão e nada por baixo. Ela apoiaria a perna no sofá do Hotel e eu tiraria as fotos de sua xoxotinha rosada no vão que ficaria do Roupão. E como nao sou de perder tempo, disse 'envergonhado' que estava muito excitado, e que aquelas fotos valeriam mais do que 100 mil.

A garota se animou, e notou que os meus contatos com agencias eram bastante altos, e entao começou a me dar mole.

Afinal, garota solteira, sem compromisso algum, no hotel de um outro cara solteiro, dizendo que esta excitado, nao tem outra. Fingi que iria fazer um close nela, e me aproximei pra ajeitar o cabelo dela atras da orelha, nao deu outra, nos beijamos por alguns minutos, um beijo que queria dizer algo. Agarrei a sua cinturinha e ela se entregou por completo. Coloquei minhas maos por dentro do roupão e comecei a alisar suas costas, fui descendo para a bunda e ela começou a beijar o meu pescoço. Agarrei a sua bunda e ela cruzou suas pernas na minha cintura, fui a levando para o quarto, beijando-a a todo segundo.

A deitei na cama e fui beijando as suas pernas, suas coxas e dei uma otima chupada naquela bucetinha rosada da garota, que gemia como uma virgem.
Quando terminei de chupa-la, ela foi logo subindo no meu colo, colocando meu pau molhado na sua xotinha ja toda gozadinha. E cavalgando no meu pau, ela gemia feito louca!

Depois dessa foda, foi a vez dela chupar o meu pau, chupava com uma carinha de anjo que nunca vou esquecer. Me chupou até eu ficar seco de vez. A doidinha dormiu em cima de mim, com aqueles seios no meu peito, nao teve como nao ficar excitado mais algumas vezes, e mandar ver naquela xoxotinha deliciosa!

A minha gozada principal foi nos pézinhos dela, uma delicia que só.

Nenhum comentário:

Postar um comentário